Dados do SetorNotícias

DADOS DO SETOR – FEVEREIRO

O SindRio apresenta os dados do setor de bares e restaurantes referentes ao mês de fevereiro de 2021 para o mercado de trabalho e arrecadação de ICMS e março de 2021 para a Inflação. Em fevereiro de 2021, foram abertos 7.397 empregos formais no setor de Bares e Restaurantes no Brasil, resultado superior ao observado no mês anterior (+2.989). Nos últimos 12 meses, o país acumula extinção de 183.713 postos de trabalho no setor.

O estado Rio de Janeiro, apesar do resultado negativo no acumulado dos últimos 12 meses (-23.601), apresentou saldo positivo de contratações no mês (+1.640), ao contrário do observado em São Paulo (-342).

Entre as capitais, São Paulo (-39.284) e Rio de Janeiro (-15.944) seguem como as que fecharam o maior número de vagas formais de trabalho no setor de Bares e Restaurantes nos últimos 12 meses.

Destaca-se que, em fevereiro (+611), a capital fluminense foi a que registrou o maior saldo de contratações entre todas as capitais.

Na cidade e no estado do Rio, o mercado de trabalho formal do setor de Bares e Restaurantes segue sendo o mais impactado pela pandemia, entre todas as atividades econômicas. No estado, o setor soma 23.601 postos de trabalhos encerrados nos últimos 12 meses, dos quais 65,6% ocorreram no município do Rio (-15.487). Hotéis, Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios e Transporte rodoviário coletivo de passageiros vêm em seguida como setores mais atingidos pelo impacto da pandemia, tanto no estado quanto no município do Rio. Considerando todos os setores da economia, tanto o estado como a capital do RJ apresentaram abertura de postos de trabalho formal.

ICMS

Em fevereiro, o recolhimento de ICMS do total das atividades no estado do Rio apresentou crescimento real de 10,2% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. No que diz respeito à atividade de Bares e Restaurantes, a arrecadação de ICMS recuou 31,3% no mesmo período. Assim, em fevereiro de 2021, o faturamento estimado do setor no estado do Rio recuou R$ 345,0 milhões na comparação com fevereiro de 2020, passando de R$ 1,1 bilhão para R$ 755,0 milhões.

Inflação

Na região metropolitana do Rio de Janeiro, o IPCA-RJ variou 0,78% em março. A principal contribuição positiva do índice no mês veio do grupo Transporte (+3,57%), devido principalmente ao aumento de preços nos Combustíveis (+12,97%). Vale ressaltar que no mês os preços do grupo de Alimentação e Bebidas variaram negativamente (-0,52%), em função principalmente da queda de preços observada nos Tubérculos, raízes e legumes (-14,81%). Em 2021, o IPCA-RJ acumula +1,35%.

 

Acesse na íntegra. Dados mensais – SindRio – Fevereiro

Notícias relacionadas

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo