Benefícios para AssociadosFinanceiroNotícias

ESTÍMULO 2020 EXPANDE PARA TODO O ESTADO DO RJ E OFERTA R$ 6 MILHÕES A PEQUENOS EMPRESÁRIOS

A iniciativa, até então, estava restrita a empreendedores localizados na região metropolitana da Capital fluminense;

Empresas com receita entre R$ 10 mil e R$ 400 mil podem solicitar o apoio financeiro, a juros mensais de 0,53%;

O Estímulo 2020, primeiro fundo 100% privado destinado aos pequenos negócios afetados pela crise da COVID-19, reforça sua presença no Rio de Janeiro, no mês de dezembro, com expansão do seu programa de crédito com propósito a empreendedores de todo o Estado. Até então, o acesso aos recursos estava disponível às empresas localizadas na capital fluminense e na Grande Rio.

São R$ 6 milhões que podem ser tomados por empreendimentos com faturamento mensal entre R$ 10 mil e R$ 400 mil e visam proporcionar alívio ao empresário que necessita, por exemplo, de receita extra para quitar a segunda parcela do 13º salário de seus colaboradores.

O aporte pode ser solicitado diretamente pelo site www.estimulo2020.org , de maneira simples e sem burocracia. O valor da operação pode ser correspondente a até um mês do faturamento bruto da empresa. Os juros mensais são de 0,53% e a quitação pode ser realizada em 21 vezes, com carência de três meses para o primeiro pagamento.

Com relação à elegibilidade, os empreendedores devem comprovar a existência de seus negócios há pelo menos dois anos e terem um bom histórico de crédito, o que inclui estar com as contas em dia. Tudo é muito simples e rápido, assim como as orientações sobre medidas a serem adotadas para apresentação de nova solicitação, em caso de não haver condições para o atendimento ao pedido efetuado.

 

Estímulo 2020 no Rio de Janeiro

A atuação do Estímulo 2020 no Rio de Janeiro teve início em agosto último, três meses após sua concepção em São Paulo. A iniciativa em território carioca foi viabilizada com o apoio de empresas como Vale, Engie e Dasa, juntamente com o aporte de pessoas físicas, em uma soma de esforços. O fundo está presente, ainda, em Minas Gerais e no Ceará.

Marcia Helena Barbosa mantém há 15 anos seu comércio de reparo de roupas e brechó, o Reparo, em Icaraí, um dos principais centros comerciais de Niterói. Não foram poucas as crises enfrentadas nessa trajetória, mas nenhuma como essa. “A pandemia praticamente zerou nosso faturamento entre a metade de março e o fim de junho”, explica.  Em agosto, ela solicitou R$14.600 pela plataforma do Estímulo 2020 e foi aprovada. Com o valor, acertou contas em atraso devido à queda de receita e ainda promoveu melhorias no interior e na fachada do seu estabelecimento. “Foi de grande ajuda e nos garantiu um fôlego para continuarmos a trabalhar”, completa a empreendedora carioca.

Idealizador do projeto, Eduardo Mufarej explica que, passado o impacto inicial da crise econômica provocada pelo advento do novo coronavírus, a iniciativa seguirá apoiando os empreendedores no período de retomada dos negócios, ainda que ocorra uma segunda onda de COVID-19 no País.

“As pequenas empresas são fundamentais para geração de renda e manutenção de empregos no Brasil. Nosso objetivo é fazer os recursos chegarem a quem precisa, com rapidez e sem burocracia”, diz Mufarej. “Temos vocação para ser um motor importante nessa fase de recuperação econômica”.

Balanço

Adicionalmente ao crédito com propósito, o Estímulo 2020 oferece ferramentas para capacitação profissional em temas como Gestão, Educação Financeira, Empreendedorismo, Inovação e Marketing Digital.

Após sete meses de atividade, o fundo já concedeu mais de 980 apoios financeiros, ultrapassando R$ 40 milhões. O resultado de todo esse esforço, que reúne executivos, artistas, empreendedores sociais e empresas, é a sobrevivência dos negócios e a manutenção de mais de dez mil empregos até agora.

Notícias relacionadas

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo