DestaqueNotíciasPublieditorial Parceiro

Precisamos Falar Sobre o Arroz

Entenda os impactos do desastre natural do Rio Grande do Sul na economia e alimentação do país

Quando as águas dos rios começaram a subir por praticamente todo o estado do Rio Grande do Sul, criando o que talvez seja o maior desastre natural do Brasil, muitas coisas mudaram na rotina dos nossos compatriotas gaúchos. Mas, como consumidores de todo o país, também sentimos os impactos na disponibilidade e preços de produtos como leite, batata e arroz.

De acordo com o Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), estima-se a perda de 23 mil hectares de arroz, além de uma importante redução na produtividade das próximas safras devido à destruição das lavouras e aos grandes custos de reconstrução e preparo do solo para novas plantações.

O governo federal autorizou a importação de até 1 milhão de toneladas de arroz pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para garantir a segurança alimentar dos brasileiros. No entanto, essa medida trouxe um forte custo político, levantando discussões sobre como os recursos poderiam ser melhor destinados aos desafios do agronegócio nacional.

No Rio de Janeiro, supermercados e distribuidores de alimentos estabeleceram limites máximos de compra para evitar a escassez de arroz. Hoje, com a chegada das primeiras cargas, especialmente de arroz branco, o racionamento parece estar chegando ao fim.

O estado do Rio Grande do Sul responde por 70% da produção nacional de arroz. A presença do item na mesa dos cariocas hoje se deve ao fato de que mais de 80% da área plantada já havia sido colhida durante o período crítico das enchentes. Com o recuo das águas, o transporte dos grãos está, aos poucos, voltando à normalidade, embora com uma leve pressão de alta nos preços.

A importação de arroz de países vizinhos como Argentina, Paraguai e Uruguai já é uma realidade para atender à enorme demanda do nosso país. Esperamos que isso seja suficiente para suprir nossa necessidade de abastecimento e regular os preços.

Todo o país parece estar mobilizado em apoiar os produtores gaúchos a retomar sua rotina e normalizar a economia. Como grande operador do mercado de Foodservice no Rio de Janeiro, a Arcofoods tem um forte compromisso em apoiar os produtores gaúchos e os produtos daquela região. Grandes vinícolas e produtores de grãos estão entre os quase 3.000 produtos alimentícios que a distribuidora fornece semanalmente aos seus clientes em todo o estado do Rio de Janeiro.

Em relação ao arroz, os estoques da Arcofoods estão regulados e os clientes podem contar com a presteza do atendimento, com a responsabilidade e seriedade em suas ações e, claro, com o apoio aos grandes parceiros gaúchos com os quais a empresa se relacionas há 29 anos.

A Arcofoods reafirma seu compromisso.

Todos precisávamos falar sobre o arroz.

A Arcofoods é parceira SindRio e você pode conhecer mais sobre o trabalho pelo site https://arcofoods.com.br/ ou entrando em contato pelo Whatsapp no botão abaixo.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo