Benefícios para AssociadosNotícias

Geração Distribuída e Mercado Livre de Energia: Qual melhor opção para seu negócio?

Se você tem uma empresa, economizar em sua conta de energia elétrica é essencial para o bom funcionamento do negócio. Embora pareça inevitável, mas você sabia que é possível escolher entre a Geração Distribuída e o Mercado Livre de Energia?

Cada uma das soluções para economia na conta de luz apresenta características específicas e, portanto, conhecer as diferenças é fundamental para entender qual é a melhor opção para seu negócio.

O que é Mercado Livre de Energia?

O Mercado Livre de Energia é um ambiente que proporciona autonomia aos consumidores em relação ao fornecimento de energia elétrica. Ele representa uma alternativa ao modelo tradicional, conhecido como mercado cativo.

Nesse mercado, os consumidores não estão sujeitos a preços e prazos regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), permitindo-lhes negociar termos contratuais, como forma de pagamento, quantidade de energia e preços.

Logo, no Mercado Livre de Energia, há maior flexibilidade e possibilidade de personalização das cláusulas contratuais. Dessa forma, as companhias têm a oportunidade de alcançar uma grande economia em comparação ao modelo tradicional. Para tanto, elas precisam se enquadrar nos requisitos para utilizar o Mercado Livre de Energia.

O que é Geração Distribuída?

A Geração Distribuída é uma modalidade autorizada pela ANEEL desde 2012, que permite aos consumidores finais produzirem sua própria energia. Ela inclui diversas fontes de energia, como painéis fotovoltaicos para geração de energia solar, além de opções como energia eólica e biomassa, para autoprodução dentro do mercado cativo.

O modelo mais conhecido de Geração Distribuída é a instalação de placas solares em residências e empreendimentos. No entanto, também existem alternativas de geração compartilhada remota no mercado. Através da assinatura de um plano de energia, os créditos de uma fazenda solar podem ser usados para reduzir a conta de luz de estabelecimentos que não têm acesso ao investimento ou ao espaço para instalar painéis solares.

Quais são as diferenças entre eles?

Ao pesquisar sobre Geração Distribuída e o Mercado Livre de Energia, é comum ficar em dúvida sobre as diferenças entre os termos. Apesar de ambos serem alternativas ao consumo convencional, é importante conhecer as distinções entre eles.

A Geração Distribuída se refere ao modelo em que o consumidor produz a energia através de investimento em seus próprios sistemas de geração ou participa de um sistema de geração compartilhado (cooperativa, consórcio ou associação de geração distribuída).

Por sua vez, no modelo do Mercado Livre de Energia, os clientes têm autonomia para negociar condições contratuais, como pagamentos, utilização da energia e preços.

Em resumo, o mercado livre de energia envolve a compra e venda de energia elétrica entre consumidores e fornecedores, enquanto a geração distribuída é a produção própria de energia.

Quais são as vantagens?

Deu para perceber que as alternativas do mercado podem ser bastante benéficas. Veja as vantagens, a seguir!

· Liberdade para contratar com o fornecedor que melhor atenda suas necessidades e prazos que se encaixem com o planejamento estratégico da empresa.

· Redução do custo de energia: empresas no Mercado Livre podem economizar até 30% na conta de luz, enquanto na Geração Distribuída a economia pode chegar a 15%.

· Energia mais limpa com fontes renováveis, tornando os processos mais sustentáveis e livres de emissões de carbono.

Como escolher entre Mercado Livre de Energia e Geração Distribuída?

Como é possível perceber, a escolha entre o Mercado Livre de Energia e a Geração Distribuída depende de diversos fatores. Logo, as empresas precisam avaliar com cuidado as suas necessidades e condições específicas para tomar a decisão mais adequada.

Para essa escolha, é preciso também atender aos critérios estabelecidos pelo órgão regulador. Podem aderir ao Mercado Livre consumidores do Grupo A, atendidos em rede de média ou alta tensão, independentemente da demanda.

Já no caso da Geração Distribuída, na modalidade de usinas compartilhadas (conhecidos como energia por assinatura), qualquer consumidor da baixa tensão (Grupo B) com contas a partir de R$ 400 poderá optar por essa solução.

Além da questão técnica, o que deve ser considerado para fazer uma boa escolha:

● consumo de energia;

● perfil de consumo;

● investimento inicial;

● cenário regulatório e legislação;

● estratégia de longo prazo.

Neste conteúdo, você conheceu as diferenças entre Geração Distribuída e Mercado Livre de Energia, como cada alternativa funciona e quais são as vantagens delas.

A Genial Investimentos é uma das maiores empresas do Rio de Janeiro em soluções de redução de custo com energia. Possui soluções para o Mercado Livre e a Geração Distribuída através de suas empresas Genial Solar e Genial Energy. Visite o site e saiba mais e solicite uma avaliação profissional sobre qual alternativa se enquadra nas necessidades da sua empresa.

Notícias relacionadas

Botão Voltar ao topo