Dados do SetorNotícias

DADOS DO SETOR – BARES E RESTAURANTES – JULHO

Em junho, foram encerrados 21.992 postos de trabalho formais no setor de Bares e Restaurantes no Brasil, melhor resultado para o setor desde o início da pandemia do novo Coronavírus em março. No ano, o país acumula fechamento de 203.328 empregos no setor. Apesar de apresentarem números melhores em junho, os estados de São Paulo e Rio de Janeiro seguem sendo os estados mais impactados pela pandemia (considerando os meses de março, abril, maio e junho), com a extinção de 71.117 e 26.723 vagas de emprego no período, respectivamente.

 

Entre as capitais, São Paulo (-31.242) e Rio de Janeiro (-16.279) fecharam o maior número de vagas formais de trabalho no setor de Bares e Restaurantes durante o período da pandemia. Dessa forma, o município do Rio de Janeiro acumula, no ano, fechamento de 15.631 empregos no setor.

 

Na cidade e no estado do Rio, a atividade econômica mais afetada pela pandemia, em termos de impacto sobre o mercado de trabalho formal, seguiu sendo o setor de Bares e Restaurantes. No estado, o setor já soma 25.496 postos de trabalhos encerrados no ano, dos quais 61% ocorreram no município do Rio (-15.631). Hotéis e Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios vêm em seguida como setores mais atingidos pelo impacto da pandemia, tanto no estado quanto no município do Rio.

 

Inflação: Na região metropolitana do Rio de Janeiro, o IPCA-RJ variou 0,24% em julho. A principal contribuição negativa do índice no mês veio do grupo Alimentação no domicílio (-0,77%), devido principalmente à redução de preços em Tubérculos, raízes e legumes (-20,11%). Por outro lado, o grupo Saúde e cuidados pessoais (+0,77%) apresentou a maior contribuição positiva, com destaque para o aumento dos Produtos farmacêuticos (+1,1%). No ano, o IPCA-RJ acumula +0,64%.

 

 

Acesse o dados mensais na íntegra: Dados mensais – SindRio – Julho 2020

Notícias relacionadas

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo